Gestão por Competências Liderança

Gestão por Competências: o que é e qual sua importância?

Homem conversando com a equipe
Escrito por DorseyRocha

O sucesso de uma empresa é definido por aspectos determinantes,  tais como: a ideia que dá início ao negócio, o modelo de gestão adotado e o capital intelectual que colabora para o desenvolvimento da empresa. Esse último item, vale destacar, é de grande importância para os resultados das organizações, pois está ligado ao índice de desempenho dos funcionários diretos e terceirizados. E o desempenho, por sua vez, é gerenciado por meio de práticas de gestão de competências.

Definimos “competências” como o conjunto de aptidões, atitudes, conhecimentos, habilidades e técnicas de uma pessoa. A gestão dessas competências visa à utilização desses atributos como meio para que o indivíduo atinja seus objetivos e metas. Para tornar isso possível, as empresas usam direcionamentos estratégicos que auxiliam os seus profissionais a conduzir, de modo mais eficiente, suas tarefas.

Continue a leitura e saiba mais sobre a importância da gestão por competências nas organizações.

O que é gestão por competências?

Você sabe quais são as competências de que sua empresa precisa? Tem certeza de que os profissionais da sua equipe estão nos cargos certos e desempenhando as funções ideais? Conhece ferramentas capazes de promover o desenvolvimento profissional dos seus funcionários? Essas e outras perguntas podem ser esclarecidas pela metodologia de gestão por competências.

A premissa básica desse processo pressupõe que todo indivíduo que integra uma organização possui competências. Juntos, os funcionários formam uma equipe onde cada um possui um papel importante para que os objetivos e metas da companhia sejam atingidos. Se eles não estão alinhados, dificilmente a organização obterá os resultados esperados. Por isso, temos a gestão por competências.

Esse modelo de gestão visa alinhar as competências dos funcionários às tarefas essenciais ao desempenho e sucesso da empresa. O desafio é justamente distribuir e gerenciar as competências individuais e coletivas em trilhas e planos de carreira que proporcionem resultados corporativos efetivos, como incremento de produção e produtividade e aumento das vantagens competitivas de mercado.

Quais os objetivos da metodologia de gestão por competências?

Em linhas gerais, podemos apontar os seguintes objetivos:

  • mapear as competências organizacionais;

  • identificar quais delas são necessárias para a execução de cada tarefa existente no negócio;

  • mapear as competências de cada colaborador;

  • cruzar as informações dos três itens anteriores para identificar necessidades de recrutamento, treinamento e capacitação profissional.

Como essa gestão acontece?

A estratégia central é observar e compreender quais competências são necessárias ao cumprimento das atribuições essenciais ao desempenho da empresa. A identificação das habilidades de cada funcionário permite que ele seja designado para os cargos e tarefas ideais ao seu perfil, otimizando assim o seu desempenho individual e, consequentemente, da organização como um todo.

Por isso, a gestão por competências envolve o recrutamento e gerenciamento de perfis profissionais com base no rol de aptidões, atitudes, conhecimentos e habilidades de que o negócio precisa. Como os colaboradores contratados nem sempre estão 100% prontos, ainda há o trabalho de desenvolvimento para que eles fiquem alinhados com os objetivos da empresa.

Como implementar o processo de gestão por competências?

Faça um mapeamento de todas as tarefas existentes na sua companhia, realizando reuniões e brainstorms com as lideranças e abrangendo todos os processos produtivos e administrativos. Depois, identifique as expertises necessárias ao seu cumprimento, sempre considerando a visão, valores e matriz SWOT (fraquezas, forças, ameaças e oportunidades) da empresa.

O próximo passo é associar essa matriz de competências necessárias com as competências reais e potenciais dos seus funcionários, apontando também o nível de conhecimento requerido para que os indicadores de desempenho sejam atingidos. Esses processos de mapeamento e avaliação apontarão os gaps que deverão ser preenchidos com a capacitação por meio de treinamentos, cursos, workshops e orientarão processos futuros de recrutamento e seleção.

Por fim, crie um plano de ação para que os funcionários consigam se aperfeiçoar e prepare-se para fazer o monitoramento da evolução deles. Utilize como base o mapeamento e o nível de conhecimento que a empresa necessita em cada uma das competências, estabeleça indicadores de desempenho individual e compare os resultados antes e depois de cada aperfeiçoamento.

Perceba que esse processo é cíclico, pois as demandas e expectativas de mercado mudam com frequência e isso impacta continuamente a estratégia de negócio da companhia. Consequentemente, as competências necessárias hoje podem ser descartáveis amanhã.

Outro critério de gestão bastante importante é a possibilidade de realocar um funcionário de uma função para outra em que as suas competências individuais estejam mais alinhadas com o propósito das tarefas.

Quais os principais benefícios desse modelo de gestão?

Ao viabilizar a mensuração das diferentes competências existentes dentro da sua companhia, esse modelo potencializa os processos de avaliação de desempenho, recrutamento e seleção, remuneração e treinamento e desenvolvimento.

Na prática, a associação dos resultados obtidos pelo funcionário com o nível requerido de performance da atividade desempenhada permite o alinhamento entre os objetivos estratégicos da empresa e o plano de desenvolvimento de carreira dos profissionais, sempre visando ao cumprimento de metas e resultados organizacionais.

A seguir, conheça principais benefícios da gestão por competências.

Otimização do processo de recrutamento e seleção

A definição das competências possibilita a otimização do processo de recrutamento e seleção. As vagas serão disponibilizadas com mais transparência, apresentando as aptidões, atitudes, conhecimentos, habilidades e técnicas específicas de cada cargo/ função.

Diminuição de turnover e de custos com contratação e demissão

Se você contrata profissionais mais alinhados com o perfil da empresa, naturalmente, haverá diminuição do turnover e redução de custos com contratação e demissão de funcionários. Evita-se, dessa forma, o excesso dos gastos trabalhistas envolvidos.

Aumento da produtividade por meio da motivação

Funcionários bem preparados para enfrentar os desafios da organização são mais produtivos e motivados, pois atuam em um ambiente onde são valorizados pelas suas capacidades reais e potenciais.

Alinhamento das lideranças às expectativas e demandas da empresa

As lideranças da companhia, através da gestão por competências, enxergam com mais clareza os pontos positivos e negativos de sua equipe, tomando decisões com mais rapidez e precisão. E estando mais alinhados às demandas da organização, esses líderes direcionam os esforços para a melhoria contínua de processos e o desenvolvimento dos profissionais.

Agora que você entende o que é gestão por competências e qual a sua importância para as organizações, assine a nossa newsletter e receba em seu e-mail novidades sobre esse e outros temas essenciais para alavancar os resultados do seu negócio.

 

Sobre o autor

DorseyRocha

Deixar comentário.

Share This